357 Mystic Ave
Medford, MA 02155 | Driving directions
357 Mystic Ave, Medford, MA 02155
 (617) 666-2727 / info@inmanshow.com
We proudly sell these pre-owned brands
featured cars

Schedule a test drive at Inman Motors Sales
inman blog
Viagem aos EUA: conheça os aplicativos mais importantes

Que recomeçar a vida nos Estados Unidos é a escolha de muitos brasileiros todo mundo já sabe. Em busca de uma melhor qualidade de vida e estabilidade financeira, é comum que as pessoas deixem o país do carnaval e migrem para as diversas cidades americanas.

Mas que tal também se beneficiar dos aplicativos que auxiliam todos os que optam por uma viagem aos EUA?

Com tantas diferenças territoriais, é comum as pessoas ficarem perdidas no início. Afinal, aprender um idioma, fazer novos amigos, conseguir um bom emprego e compreender uma cultura distinta são tarefas difíceis para quem não conhece as dicas corretas.

Se você também se confunde no dia a dia pelas terras americanas, este post é perfeito para esclarecer todas as suas dúvidas. Preparado para não errar mais? Confira agora uma lista especial com 6 aplicativos indispensáveis para uma boa estadia no país:

6 aplicativos úteis para a sua viagem aos EUA

1. Citymapper

Não quer mais se perder no caminho até chegar ao seu destino? Esse aplicativo é perfeito para calcular o deslocamento exato até o local onde deseja estar.

E o melhor é que, além da possibilidade de enxergar e acompanhar o trajeto na tela do seu celular, ainda há opções para consultar possíveis preços de táxis, metrô, ônibus, bicicleta (com direito a informações sobre tempo e rota) e também a pé (é possível até calcular quantas calorias a caminhada vai te fazer perder).

2. SayHi

Quem nunca fez amigos ou encontrou alguém especial por meio de uma rede social? Com tantas pessoas buscando o mesmo que você em um só lugar, o aplicativo SayHi é eficiente quando o assunto é encontrar gente ao redor!

E é tudo muito simples e fácil: ative a sua localização, crie o seu perfil, descubra quem está perto de você e envie mensagens de voz, texto e fotos para iniciar uma boa conversa.

Nada melhor do que um bom papo ao lado de uma pessoa agradável, não é mesmo? Por isso, amplie seus horizontes e aumente o seu ciclo de amizades com esse inovador app.

3. Field Trip

Para os amantes de uma boa exploração no novo local de moradia, essa ferramenta é a melhor companheira e funciona como um verdadeiro guia turístico.

Quer descobrir qual é o melhor bar perto de onde você está? Ou encontrar um bom restaurante para almoçar com aquela pessoa especial? Seja escolher o filme que mais lhe agrada entre os exibidos no cinema ou pesquisar as melhores atrações turísticas: não importa!

O Field Trip só exige que você determine o que quer saber e pronto. O aplicativo faz todo o resto para te auxiliar.

4. TripAdvisor

Somente quem já viajou para aquele lugar pode avaliar os serviços da região, concorda? Sendo assim, o aplicativo TripAdvisor é a melhor opção para ter acesso a informações, opiniões, fotos e vídeos de pessoas que já estiverem no local.

Tão bom quanto acompanhar comentários e sugestões dos outros é realizar suas avaliações e inserir fotos que tenham significado especial para você — e nesse aplicativo tudo isso é possível!

Comparar tarifas aéreas, encontrar promoções e ofertas imperdíveis, descobrir as melhores opções perto da sua localização e esclarecer todas as suas dúvidas são outros benefícios que o usuário tem.

5. App in the Air

Quando a saudade do Brasil e das pessoas que deixou por aqui apertar, é claro que uma viagem de avião é a opção mais viável! Por isso, ter acesso ao melhor aplicativo e receber as mais precisas informações sobre aeroportos e companhias aéreas é fundamental!

Crie sua própria lista de tarefas, tenha dicas de aeroportos, acompanhe o seu voo, confira os mapas de navegação, organize suas bagagens, descubra quanto tempo esperar para o embarque, faça o seu check-in, explore os pontos de referência sobre o local que está sobrevoando e muito mais com esse fantástico assistente pessoal de voo.

E sabe qual é a melhor notícia desse aplicativo tão amado pelos viajantes? Não é necessário estar conectado à internet para usufruir dos seus serviços, pois ele funciona também off-line!

6. Packing List

Com tantos compromissos e agenda lotada, quem nunca esqueceu um item importante em casa? Não existe nada pior do que chegar ao destino e perceber que deixou algo para trás, não é mesmo?

Se deseja evitar esses problemas, coloque já esse aplicativo no seu aparelho celular! Além de criar listas ilimitadas, é possível dividi-las por categorias e grau de importância — esse é o segredo para você nunca mais esquecer o que levar ao embarcar!

O Packing List conquista cada vez mais usuários devido ao seu design personalizado e por oferecer também uma nova opção, na qual a pessoa pode criar sua lista com base nos dias e nas pessoas envolvidas.

5 dicas para um brasileiro que mora no país

Embora nossa cultura esteja repleta de influência norte-americana, filmes, seriados, celebridades e super-heróis não são suficientes para nos ensinar como enfrentar o dia a dia em um dos países mais desenvolvidos do mundo.

Se você decidiu fazer dos EUA sua nova morada, fique atento às dicas infalíveis que separamos para quem encontrou uma oportunidade de recomeçar:

1. Seja paciente

Ninguém disse que recomeçar a vida em outro país, longe de amigos e familiares, seria fácil. Ou disse?

Com certeza, fazer as malas e tomar uma decisão exigiu de você muita coragem, força, confiança, fé e esperança. Continue nutrindo esses sentimentos!

O principal segredo de quem se deu bem no país é ser paciente e gentil consigo mesmo, pois manter a calma e o controle emocional é essencial para driblar as adversidades pelo caminho.

2. Aceite a mudança

Já imaginou conviver com o medo e a angústia após tomar uma decisão? Seria um verdadeiro pesadelo, concorda?

Não alimente a ideia de que permanecer na zona de conforto é uma opção segura. A vida precisa de mudanças — e somente ao deixar o seu conforto e explorar novos caminhos você vai alcançar seus objetivos e metas. Não tenha medo de mudar e desvende todas as possibilidades.

3. Viva da melhor maneira o agora

Um dos maiores erros dos seres humanos é deixar o dia passar insignificante. Sabe quando você está tão envolvido nas tarefas profissionais que até se esquece de reservar um tempo para fazer o que lhe dá prazer? Não cometa mais esse erro!

Se desligue de todo o restante do mundo e mergulhe com intensidade no agora. Essa simples atividade é fundamental para repensar nas suas escolhas e reafirmar suas convicções.

4. Esqueça o passado

Quem nunca fracassou? Que atire a primeira pedra quem nunca pensou em desistir após enfrentar um obstáculo que o desviou dos seus planos.

Sabe qual é o segredo de quem enfrenta com sabedoria essas situações? Aprender com os erros e deixá-los no passado.

Esqueça suas desculpas para as antigas falhas, não se apegue em expectativas, deixe de lado crenças e opiniões limitadas. Aprenda a ser mais flexível e não se esqueça de que todo mundo passa por problemas.

5. Não foque tanto no resultado final

Quem pensa muito nos resultados finais corre o risco de não enxergar a beleza e a magia de todo o processo até a conquista do objetivo.

Lembre-se de que a vida é cheia de oportunidades e, embora você queira, não há como controlar o tempo ou prever os seus desdobramentos. Por isso, viva todas as etapas, aproveite o momento e dê sempre o melhor de você mesmo.

E então, gostou das nossas dicas? Agora que você já sabe quais são os melhores aplicativos e as dicas mais certeiras para quem vive nos Estados Unidos, pare de se sentir deslocado.

Se você tem mais alguma sugestão para uma viagem aos EUA, deixe um comentário!


Pontos turísticos dos EUA: o que fazer em terras americanas?

Estados Unidos: um país famoso por seus vários pontos turísticos. Quem visita a região não pode deixar de aproveitar a ocasião e passar por alguns locais muito interessantes.

São inúmeras novidades, atrações diferentes, lugares que nunca imaginamos ou só vemos em filmes. Por isso, elaboramos uma pequena lista para que você não perca o melhor dos pontos turísticos dos EUA.

Quando pisar em solo americano, siga as seguintes dicas:

Assista a jogos esportivos

Futebol americano, beisebol, basquete… Os americanos adoram esportes, e há diversas opções para você assistir, conhecer e até aprender mais sobre o tema, visto que alguns não são tão populares no Brasil (mas são efervescentes por lá).

Vale destacar que não há somente as temporadas oficiais dos grandes times: também existem partidas interescolares ao longo do ano, entre as equipes universitárias.

Todo o clima e a organização do evento fazem da partida um espetáculo concorrido. Para assistir aos times em campeonatos oficiais, programe-se com antecedência, comprando ingressos pela internet, pois, no dia podem estar esgotados.

Além de experimentar outra tradição americana, você ainda terá a oportunidade de conhecer estádios grandiosos e modernos. Que tal começar pelo Fenway Park, em Boston? A casa do Boston Red Sox é o estádio mais antigo do país, e lá você pode ter a experiência completa de um jogo de beisebol.

Conheça um pouco mais sobre arte

Próximos ao Fenway Park, estão dois museus que os amantes de arte (ou apreciadores de lugares bonitos) devem conhecer: o Isabella Stewart Museum e o Museum Of Fine Arts.

O primeiro é um local aconchegante, com arquitetura que remete ao estilo árabe. São mais de 2.500 obras de arte, entre esculturas, pinturas, manuscritos e livros raros. Mas o Museum Of Fine Arts não fica atrás. O prédio é bem grande, com corredores largos que abrigam mais de 5.600 obras.

A mais ou menos 4 horas (de carro) de Boston fica Nova York. Que tal esticar um pouco e conhecer as artes dessa megalópole? As opções são inúmeras, mas vale a pena ver o American Museum Of Natural Story.

Se você já assistiu ao filme “Uma Noite No Museu”, sabe que lugar é esse. O acervo é enorme: 150 milhões de espécies dispostas em 25 prédios interconectados.

Ainda na cidade, o famoso MET (The Metropolitan Museum Of Art) é bastante prestigiado. Foi fundado em 1870, com um acervo gigante de mais de 2 milhões de obras de arte.

Tome um café da manhã legitimamente norte-americano

Quem nunca viu em filmes aqueles cafés da manhã com panquecas, bacon e ovos? Para essa experiência, visite um dos pontos turísticos gastronômicos americanos: a rede International House of Pancake, ou IHOP.

No cardápio, você encontrará diversas opções das panquecas americanas (doces ou salgadas), a omelete com bacon, waffles, entre outras delícias da culinária dos Estados Unidos. A rede é bastante conhecida e espalhada por todo o país, portanto não é difícil se deparar com uma loja.

Lembre-se de que as porções americanas são bem generosas. Se o café da manhã não costuma ser a sua refeição mais farta, experimente visitar o local em outros horários nos quais comeria mais — como, por exemplo, no almoço.

Passe pela Freedom Trail e vá ao Arnold Arboretum e ao Jardim Público de Boston

O caminho cheio de tijolos vermelhos da Freedom Trail percorre uma trilha histórica que conta um pouco da cidade desde a Revolução Americana. Pode-se fazer uma excursão de bicicleta ou caminhar bastante pelo caminho de pedras. O lugar é repleto de histórias e circula pelos principais pontos de Boston.

O belíssimo Arnold Arboretum tem uma enorme área verde, ideal para a prática de atividades desportivas e caminhadas. Ela fica bem próxima da estação de metrô Forest Hills, na região sul de Boston (linha laranja).

Já o Jardim Público de Boston é cuidado de forma impecável e encanta os visitantes por quase 150 anos. Há muitas árvores e uma flora colorida, assim como patos e esquilos.

O local é incrível para fazer um piquenique com a família, passear com segurança ou se exercitar. No inverno, as lojas, os cafés e os restaurantes ao redor ficam ainda mais charmosos.

Pegue um cruzeiro ao pôr do sol

Uma ótima forma de relaxar é seguir a bordo de um barco a partir de Long Wharf, podendo desfrutar do pôr do sol entre os arranha-céus do centro da cidade. O cruzeiro é sazonal, já que opera somente entre os meses de maio e setembro.

O passeio dura em torno de 90 minutos. Lá dentro, você ainda pode ouvir a serenata de canhões do U.S.S. Constitution indicando o fim do dia.

Aproveite o Boston Opera House ou o Symphony Hall

O Opera House de Boston é magnífico e recebe eventos de grande impacto, com ballet e mais atrações da incrível programação cultural, que incluem peças da Broadway.

Outro espaço dedicado às apresentações musicais e de dança, o Symphony Hall divide a beleza dos concertos e espetáculos grandiosos. Trata-se de um lindo teatro, com acústica de alto nível. O local, de acordo com a crítica especializada, está entre as 3 melhores salas de concerto do mundo.

Visite a Universidade de Harvard

Em uma cidade menor, coladinha a Boston e chamada Cambridge, está localizada uma das mais célebres universidades dos Estados Unidos. Também conhecida internacionalmente pela sua excelência, Harvard permite que as pessoas passeiem pelo seu campus universitário.

A melhor opção é agendar a visita com antecedência, a fim de não dar de cara com os portões fechados quando chegar de surpresa. Você estará diante de construções imponentes, com prédios onde grandes gênios se formaram, além dos jardins ao redor.

Os edifícios de tijolos avermelhados são uma marca característica, e a visita pode fazer você se sentir em um filme! Nos arredores, é possível, ainda, encontrar cafés e restaurantes para reabastecer o estômago.

Essas são apenas algumas dicas de pontos turísticos dos EUA. Existem também outras opções incríveis, espalhadas pelo enorme país. Aproveite o seu tempo absorvendo cultura e história, se divertindo e se socializando com os norte-americanos.

Gostou das nossas sugestões? Conhece outros pontos turísticos dos EUA que devem ser visitados? Deixe um comentário!


Entenda como alugar apartamento nos EUA

O sonho de muitas pessoas é morar nos Estados Unidos, mas, para atingir esse objetivo, é preciso fazer um bom planejamento financeiro. Entre os itens que devem ser incluídos no orçamento está o aluguel.

Mas como conseguir alugar apartamento nos EUA sem gastar muito? E quais são os fatores que devem ser levados em consideração antes de assinar um contrato? Neste artigo selecionamos algumas informações para ajudar você nessa missão. Acompanhe!

1. Documentos

Para alugar uma casa ou apartamento nos EUA, é preciso ter o cartão de segurança social (SSN) ou o tax ID. Por outro lado, existe também a possibilidade de o locador aceitar o passaporte, um extrato bancário — para comprovação de renda — e alguns depósitos antecipados.

Quando chegar ao país, o ideal é que reserve alguns dias em um local de hospedagem para que possa procurar com calma por proprietários ou corretores de imóveis e se informar sobre suas condições de aluguel.

2. Contrato

No Brasil, é muito comum ser solicitado um fiador para o fechamento de um contrato de aluguel, mas nos EUA essa prática não é tão difundida. É pedida, geralmente, uma carta de recomendação da universidade ou empresa, ou, ainda, um telefone de alguém que possa confirmar sua boa conduta.

No valor do aluguel serão inclusas as taxas de condomínio e, dependendo do contrato, o locatário pode encontrar eletrodomésticos e móveis no apartamento ou casa.

Outro fator importante é o período de permanência exigido na contratação, que costuma ser de 12 meses (mas, em alguns casos, pode ser 6 meses). Sendo assim, caso seja preciso deixar o imóvel antes do término do prazo estipulado no acordo, haverá uma multa de rescisão — que terá sido especificada no contrato.

No entanto, se decidir transferir o aluguel para outra pessoa, o proprietário precisa autorizar. Normalmente, leva-se em média uma semana para finalizar todo o processo de contratação.

3. Negociação do preço

Durante o planejamento do seu orçamento, é primordial entender que o valor gasto com moradia será um dos aspectos que mais pesará nos custos. Porém, se tiver alguns cuidados na hora de procurar pelo imóvel, é possível economizar bastante.

Evite, por exemplo, residências próximas a grandes universidades, centros comerciais, áreas turísticas ou endereços nobres.

Além disso, fique de olho na data em que foi feito o anúncio do aluguel do imóvel na internet: se perceber que faz tempo que a residência está disponível, terá uma boa oportunidade para negociar um valor mais baixo.

Para facilitar a pesquisa, é importante acessar sites de grandes imobiliárias nos EUA e fazer uma comparação de preços. Se, por ventura, encontrar algum imóvel ideal com valor acessível, há um modo de abaixar um pouco o aluguel. Mas como assim?

Uma forma de diminuir o custo com a locação do imóvel é assumir algumas responsabilidades que são do proprietário. Quer um exemplo? Se for morar em um condomínio, você pode se oferecer para avisar ao locador sobre a necessidade de pequenos reparos nas residências.

4. Valores de aluguel em algumas cidades

Quer saber quanto custa morar nas cidades mais procuradas dos Estados Unidos da América? Então vamos lá!

Boston

Essa cidade está entre as mais caras do mundo para se viver. Em média o preço do aluguel ficar em torno de 1.600 dólares, no entanto, esse valor varia de acordo com o local escolhido.

Por exemplo, em bairros mais afastados do centro como West Roxbury, Hyde Park e East Boston, um apartamento com 1 quarto custa em média 1.200 dólares.

Por outro lado, em locais mais nobres como Back Bay, Bay Village e Chinatown, os valores para alugar um apartamento com 1 quarto sobe para 1.665 dólares.

Nova York

Nessa metrópole cobiçada, o valor da locação varia entre 1.250 e 1.820 dólares (nos bairros mais afastados do centro, como o Harlem), sendo alguns desses imóveis já equipados com eletrodomésticos como fogão e geladeira.

Filadélfia

O custo para alugar uma residência nessa cidade, normalmente, equipara-se a 999 dólares mensais. No entanto, na localidade de West Kensington, um estúdio com fogão e geladeira pode custar 450 dólares.

Los Angeles

A média de valores dos aluguéis fora do centro é de 1.379 dólares em apartamentos com um quarto. Em bairros como o Park Mesa Heights, porém, um imóvel com um dormitório e bem localizado pode ser encontrado por 1.357 dólares mensais.

Houston

No bairro de Willow Meadows é possível encontrar um apartamento por 635 dólares e a média de custos em outros locais afastados do centro fica em torno de 910 dólares.

Chicago

Essa linda cidade oferece apartamentos pelo valor de 1.075 dólares mensais. Entretanto, no bairro de Greater Grand Crossing, imóveis com fogão, geladeira e outros equipamentos saem, em média, por 635 dólares.

Phoenix

Os valores giram em torno de 722 dólares nos lugares mais afastados do grande centro. No bairro de Alhambra, por exemplo, um imóvel em um residencial com um quarto, alguns eletrodomésticos e lavanderia no local custa 475 dólares.

5. Pagamento antecipado

É preciso se preparar para o adiantamento de, pelo menos, quatro parcelas do aluguel: uma concernente ao primeiro mês de locação, outra do último mês do contrato, uma relativa ao título da caução e, em alguns acordos, uma parcela para a taxa da imobiliária.

Desse modo, caso o custo do seu aluguel seja de 1.250 dólares, talvez seja necessário pagar 5 mil dólares para entrar no imóvel. Mas por que todo esse dinheiro? É muito comum, nos EUA, pessoas do mundo inteiro chegarem ao país não possuindo referência de crédito.

Sendo assim, esses valores adiantados dão maior segurança aos proprietários. Por outro lado, se você conseguir um documento comprovando, por exemplo, que veio a serviço de alguma empresa, pode deixar de pagar pelo menos dois adiantamentos da locação.

6. Dicas para alugar apartamento nos EUA

Ao visitar o local onde se encontra o imóvel, converse com os vizinhos sobre o que acham da região e pergunte detalhes sobre serviços públicos, índice de violência, hospitais próximos, meios de transporte, etc.

Além disso, inspecione as instalações da residência, como fiação elétrica, encanamento, condições da estrutura do imóvel e conservação interna. Ao realizar esse procedimento, você vai poder exigir reparos do proprietário e evitar ser acusado de danos causados por outra pessoa.

É importante conhecer a política do locador — caso tenha filhos ou bichos de estimação — sobre as regras de silêncio. Em certos contratos, não é permitido ter crianças ou animais no imóvel. Em outros casos, um valor extra é cobrado para eventuais prejuízos.

Fazemos votos para que sua experiência na “terra dos sonhos” possa ser inesquecível e temos certeza de que, seguindo as sugestões acima, o sucesso será garantido.

O que achou do nosso conteúdo? Ajudamos você a entender como alugar apartamento nos EUA? Então compartilhe este artigo nas redes sociais e leve informação para seus amigos!


Showroom Hours

Monday 09:00 AM     07:00 PM
Tuesday 09:00 AM     07:00 PM
Wednesday 09:00 AM     07:00 PM
Thursday 09:00 AM     07:00 PM
Friday 09:00 AM     07:00 PM
Saturday 09:00 AM     06:00 PM
Sunday 10:00 AM     04:00 PM

Contact Us

Driving directions